A córnea fina consiste numa das principais contra-indicações para a realização da cirurgia a laser. Entretanto, a presença da córnea fina como fator isolado não representa contra-indicação absoluta para a cirurgia a laser.

Novos exames devem ser realizados conjuntamente com a paquimetria, como a análise da curvatura da córnea e a Tomografia de Córnea, permitindo a localização do ponto mais fino, paquimetria global (ou seja índice de afinamento em relação à periferia da córnea), medida separada da espessura do epitélio e do estroma, bem como os índices de irregularidade corneana.

Para casos de córnea fina, novas técnicas e softwares foram desenvolvidos com o objetivo de aumentar a segurança e eficácia do procedimento. A Ablação de Superfície Avançada (com uso de antimetabólitos), softwares para diminuir o consumo de tecido( como o Software Tissue Saving) e a nova técnica de fortalecimento da córnea (Corneal Crosslinking) permitem o tratamento de muitos casos previamente classificados como inoperáveis.

De qualquer forma, uma avaliação criteriosa e detalhada deverá ser feita pelo seu medico para melhor orientação sobre o seu caso específico.

Dúvidas? O Dr. Marcelo V. Netto responde, deixe sua mensagem:





Data de Nascimento


* Preenchimento Obrigatório.

Novidades na Cirurgia Ocular a Laser

Dúvidas Frequentes: